terça-feira, 10 de agosto de 2010

Ora, bolhas! (Delaminação de Vidros Blindados)


Um dos maiores pesadelos de quem compra um blindado é ter de vendê-lo após alguns anos de uso. Sim, é verdade, a blindagem deprecia mais rapidamente que o carro e a maioria das lojas oferece preços semelhantes - e às vezes até mais baixos - na hora de comprar um carro blindado usado.

A principal razão disso é a crença de que, após o término da garantia da blindadora, a blindagem "perde a validade".

Isso não é necessariamente verdade.

A deterioração mais visível no carro blindado é a "delaminação" dos vidros - as famosas "bolhas".

Nem todos sabem, entretanto, que estes vidros podem ser recuperados por um valor bem razoável, devolvendo a aparência original do vidro com 6 meses de garantia.

Por que as bolhas aparecem?

O vidro blindado é, na verdade, um "sanduíche" de materiais com características físicas bem distintas. Ele é formado de camadas de cristal e polímeros (policarbonato, poliuretano e polivinil butiral são os mais comuns, mas depende bastante da receita de cada fabricante), que são curvadas em fornos e unidas entre si numa máquina chamada "autoclave". Sob ação de temperatura e pressão (cujos tempos e ciclos são segredo de Estado nos fabricantes), esses diferentes materiais se fundem e se tornam uma única peça.

Com a passagem do tempo e a exposição do vidro às intempéries, essas camadas tendem a se separar - pois cada uma se comporta de forma diferente à ação dessas forças. Quando elas se separam, entra ar e voi là: delaminação.

O processo de recuperação desses vidros é chamado "reautoclavagem" - um neologismo inventado para dizer que o vidro volta para a autoclave onde foi feito e é reprocessado, de modo que as camadas voltem a se unir.

Este processo só funciona se não houver contaminação interna do vidro ou trincas externas.

Em qualquer caso, há risco de quebra na máquina e aí é necessário comprar um vidro novo.

Quando há contaminação da última camada, de policarbonato, é necessário trocá-la.

CUIDADO: Muita atenção, pois existem empresas que removem a camada de policarbonato e não voltam a colocá-la! Esta é sem dúvida a maneira mais fácil de se livrar da delaminação, mas junto com as bolhas está indo a proteção balística contratada.

Existem hoje uma série de empresas "freelancers" que vendem serviços de recuperação de vidros blindados. Cuidado aí, pois o vidro blindado é considerado um produto controlado pelo Exército Brasileiro e, para manuseá-lo, a empresa precisa ser credenciada para tal. Exija o Certificado de Registro (CR) da empresa instaladora e, caso precise substituir alguma peça, exija o Relatório Técnico Experimental (Retex) que atesta que o fabricante do vidro teve sua "receita" aprovada pelo Exército.

Desta forma, você adiciona alguns anos de vida útil a sua blindagem, conseguindo um melhor valor de revenda na hora da substituição.


8 comentários:

  1. Olá, pesquisando sobre blindagem, acabei "caindo" no seu blog, que me pareceu muito bom e informativo "perdi" algumas horas lendo as matérias e me informando.
    Mas tenho uma pergunta, com relaçã a delaminação.
    Você chama a atenção aos cuidados que devemos ter na hora de fazer a reautoclavagem, mas existe alguma diferença de perigo do vidro estourar, ex: o Vidro do motorista tem menos chance de estourar no processo do que o para-brisas dianteiro?
    E como estou com um certo inicio de delaminação nos vidros, queria saber qual empresa você indica já que temos tantos oportunistas no mercado.
    Grato e parabéns pelo blog.
    Abraço
    Alziro

    ResponderExcluir
  2. Alziro, boa tarde!
    Parabrisa e vigia têm uma chance maior de quebra e também de apresentar distorção ótica após a reautoclavagem. O risco de quebra também aumenta com a extensão da delaminação - se houver microfissuras, daí pode originar uma trinca. Entra em contato com a Trasco, que é a minha empresa, que nós fazemos este serviço pra você e vamos orientá-lo com relação ao risco.
    Obrigada por visitar o blog, divulgue para os seus amigos! Estamos também no Facebook:

    http://www.facebook.com/pages/Trasco-Bremen-Blindagens-Especiais/123615271001224

    ResponderExcluir
  3. boa tarde estou comprndo um blindado que ja esta com bolhas nos vidros isso é um problema ou nao?

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde,

    Achei bem interessante a materia e casualmente estou com os vidros delaminados (para brisa).
    Recomendas ou tens conhecimento de alguma empresa em Porto Alegre que exectue esse serviço?
    Abç

    ResponderExcluir
  5. Quanto gasto para retira as delaminacao de treis vidros de um azera 2009

    ResponderExcluir
  6. Boa tarde estou comprando um blindado com pequenas bolhas delaminadas o que devo fazer para sanar o problema?

    ResponderExcluir
  7. Por favor quanto fica para fazer de laminação?

    ResponderExcluir